Por Marcio Pereira

Na última quarta-feira, dia 18 de Novembro, aconteceu a 4ª edição da conferência .Futuro|Rio, onde os Futuros Desejáveis foram debatidos sob o olhar de 4 temas: um futuro mais eficiente, um futuro com propósito, um futuro mais humano e um futuro mais inovador.

"A melhor forma de prever o futuro é criá-lo!"

Peter Drucker

O tema Um Futuro Mais Eficiente foi abordado na abertura do evento com a apresentação de Maurício Cataneo - Presidente Brasil e CFO para América Latina da Unisys, onde ficou clara a necessidade de foco na experiência e o encantamento do usuário através da tecnologia.


Com mediação de Xavier Leclerc - curador da conferência, a mesa redonda sobre esse tema, contou com a presença de Florent Desidério - Fundador e CEO da Membran-i, Gilles Coccoli - COO da Edenred e Fábio Lesbaupin - COO e CTO da Estimulo 2020, para um bate-papo muito interessante sobre a construção de um futuro mais eficiente e o impacto da tecnologia na transformação dos negócios e da sociedade.


Se 2020 foi (e está sendo) de fato o ano mais desafiador para todos nós, é evidente que hoje as empresas de tecnologia estão no centro das atenções e que suas soluções estão sendo - mais do que nunca - procuradas e utilizadas de maneira a otimizar nossas rotinas e a maneira como vivemos.


Diante disso, e partindo da necessidade de entendimento sobre como o futuro pode ser mais eficiente nessa inclusão e acessibilidade, Florent utilizou um estudo da Gartner sobre o futuro das vendas B2B para demonstrar o quanto a plataforma MAI e o efeito da conexão em rede nas negociações são inovadores e disruptivos.


O debate nos trouxe uma certeza: é necessário ter curiosidade em sair do lugar comum e "ir atrás" do que a tecnologia pode fornecer como solução, para que o tão desejado futuro mais eficiente possa ser alcançado.


Quer saber mais sobre esse e os outros temas abordados na conferência?

Então, se inscreva no link abaixo e acesse o conteúdo completo e gratuito do evento.

https://lnkd.in/eag7jEE


Bem-vindo ao futuro, agora!


MAI, unificando e simplificando as negociações B2B_



#Membran-i #PlataformaMAI #SaaS #InteligenciaArtificial #Outsourcing #SupplyChain

#EconomiaCompartilhada #DigitalTransformation #PlataformaDigital #FuturoRio2020 #FuturosDesejaveis #MoxDigital #UmFuturoMaisEficiente



16 visualizaçõesEscreva um comentário

Por Marcio Pereira


Um futuro mais eficiente e produtivo se constrói com tecnologia. A Smart Era surge com o objetivo de tornar empresas e pessoas mais inteligentes e conectadas. Muito mais que soluções inovadoras, a transformação tecnológica na atualidade apresenta melhores experiências digitais e a esperança de um futuro com propósito, mais ágil e otimizado tanto no mundo dos negócios quanto na sociedade como um todo.


O futuro da tecnologia é bastante próspero e essa revolução começa agora. Já é possível adotar ferramentas que prometem revolucionar o mercado, as atuações dos profissionais e os modelos de negócios. É o caso da cultura Data Driven, que combina automação e Inteligência Artificial, e permite que as empresas tomem decisões mais precisas orientadas por dados.


No modelo de negócios B2B os números mostram que o futuro reserva novos e digitais horizontes. Uma pesquisa realizada pela Gartner sugere que, nos próximos 5 anos, 80% das interações de vendas B2B entre compradores e fornecedores ocorrerão em canais digitais e mais da metade dessas organizações fará a transição da venda baseada na experiência e intuição para a venda impulsionada por dados.


Pensando nas diversas possibilidades oferecidas pela tecnologia para a transformação dos negócios e da sociedade, é dever de cada um identificar quais futuros quer criar tendo a tecnologia como protagonista. Afinal, como um filme de super-herói já dizia: com grandes poderes vêm grandes responsabilidades.


Futuros Desejáveis


Nesse contexto, acontece no próximo dia 18 a Conferência .Futuro | Rio 2020 que vai debater sobre os Futuros Desejáveis - um futuro mais eficiente, um futuro com propósito, um futuro mais humano e um futuro mais inovador, e o impacto da tecnologia na transformação dos negócios e da sociedade.


Xavier Leclerc, curador da conferência .Futuro | Rio falou um pouco sobre o objetivo da conferência e os futuros que poderemos construir graças à tecnologia:


Qual é o propósito do evento?

Empresas e profissionais enfrentam uma transformação tecnológica caracterizada pela convergência de múltiplas tecnologias e a aparição de novos hábitos num ritmo cada vez mais acelerado. Nosso propósito é propor conteúdos e clareza sobre os desafios de adaptação. Pensar o futuro nos aparece vital e a conferência contribui na formação de opiniões de todo o ecossistema: instituições, empresas, universidades, startups, etc.


Qual é o papel da tecnologia na construção desses Futuros Desejáveis?

A preponderância da tecnologia na sociedade e no mundo dos negócios foi ampliada pela pandemia como ilustram o trabalho remoto ou o boom do e-commerce. Gosto da palavra do Ailton Krenak: “Todos os dias temos a chance de construir uma nova possibilidade de futuro”. Temos uma chance única de aproveitar a tecnologia como ferramenta para construir os futuros que desejamos. Basta pensar neles e trabalhar.


E não perca! Florent Desidério, CEO e Founder da Membran-i, falando sobre o uso da Inteligência Artificial para um Futuro Mais Eficiente.


A quarta edição do .Futuro | Rio se torna um evento 100% online, gratuito e com conteúdo disponível por 15 dias.


Programa e informações no www.futuro-rio.com

Ingresso no https://lnkd.in/eag7jEE


Bem-vindo ao futuro, agora!


MAI, unificando e simplificando as negociações B2B_


#Membran-i #PlataformaMAI #SaaS #InteligenciaArtificial #Outsourcing #SupplyChain

#EconomiaCompartilhada #DigitalTransformation #PlataformaDigital #FuturoRio2020 #FuturosDesejaveis #MoxDigital

13 visualizaçõesEscreva um comentário

Por Marcio Pereira


De 1 a 30 de outubro de 2020, aconteceu a SVWC - StartSe Silicon Valley Web Conference, um dos maiores e mais importantes eventos de inovação e transformação digital. Foram diversos conteúdos de alto impacto abordados pelos maiores nomes do Vale do Silício em um panorama que redefiniu qualquer experiência de eventos online que as pessoas já podem ter vivida. Com sua estrutura 100% virtual, incluindo os stands dos patrocinadores, o evento trouxe dentro de 14 trilhas de conhecimento, mais de 100 palestrantes nacionais e internacionais. Na trilha de Mobtech & Construtech, correalizado pela Bild & Vitta, a Membran-i foi um dos destaques na última semana do evento, dedicado à tecnologia. Na ocasião, nosso CEO Florent Desidério colocou em discussão e reflexão o uso da Inteligência Artificial como solução para agilizar suprimentos na Construção Civil. Em pouco mais de 40 minutos, em um papo super descontraído com o Marcos Corrêa da área de inovação da Bild & Vitta, Florent apresentou a MAI - uma plataforma de negociação B2B em rede assistida por Inteligência Artificial desenvolvida pela Membran-i, e os resultados que essa incrível solução traz aos negócios.


Com a proposta de simplificar e unificar as negociações B2B utilizando a Inteligência Artificial e todo seu poder, a plataforma MAI tem como principal objetivo maximizar o poder de negociação, automatizar os processos de compras, garantir o compliance e, sobretudo, economia de escala nas negociações comerciais. E na Construção Civil? No setor da construção civil, assim como em outros setores que atuamos, os sistemas de Inteligência Artificial são utilizados para transformar os processos mecânicos e repetitivos em automatizados e preditivos, aumentando assim a eficiência, produtividade e assertividade da cadeia de suprimentos. Como especialista no assunto, Florent explanou sobre como a capacidade computacional imensa que esses sistemas possuem podem auxiliar na tomada de decisões e reduzir drasticamente o tempo gasto na análise das ofertas, potencializando a assertividade e produtividade dos usuários. Segundo Florent, o setor da Construção Civil será um dos que mais se beneficiará com os sistemas de Inteligência Artificial. Entre as aplicações, destacou: o planejamento das obras com robotização da execução, potencializada pela aplicação da manufatura aditiva (impressoras 3D); a gestão de compras just in time, em função da execução e de fatores mercadológicos externos; a manutenção preventiva através de IoT - Internet das Coisas e mineração de Big Data. Ao projetar o futuro, Florent ponderou que apesar de imprevisível, cada vez mais sistemas de inteligência artificial serão utilizados nos mais diversos setores e, na Construção Civil, não será diferente. Ele acredita que no futuro teremos processos cada vez mais otimizados, desde a concepção do design/arquitetura até a experiência do cliente.

"Você já imaginou como será mais fácil escolher um imóvel que foi concebido baseado nas suas preferências estéticas (design de interiores) e necessidades específicas (distribuição da planta), analisadas por Machine Learning?"

Bem-vindo ao futuro, agora!

MAI, unificando e simplificando as negociações B2B_


#Membran-i #PlataformaMAI #SaaS #InteligenciaArtificial #Outsourcing #SupplyChain

#EconomiaCompartilhada #DigitalTransformation #PlataformaDigital #Construtech #Mobtech #SVWC

35 visualizaçõesEscreva um comentário